O DOI-CODI de Recife

Muitos presos torturados e sequestrados no DOI-CODI de Recife se reportaram ao sino do relógio da Faculdade de Direito do Recife. É o único local na cidade onde pode-se observar o badalo das horas.

Com base nesses depoimentos foi revelado, em abril de 2014, o local onde se praticava tortura em Pernambuco. O DOI-CODI localizava-se na rua do Riachuelo, ao lado do Hospital Geral do antigo quartel do 4º Exército. Nessa época, hospital serviu de abrigo para os presos políticos em greve de fome.

Hoje parte da estrutura que serviu ao 4° Exército e ao DOI-CODI está ocupada pelo Hospital Geral do Exército e por outras unidades militares, a exemplo de um edifício garagem e do serviço de atendimento de Inativos e Pensionistas. O DOI-CODI no Recife é uma das sete instalações militares no Brasil que estão sendo investigadas por prática de tortura e morte durante o regime militar.

This slideshow requires JavaScript.

As Forças Armadas e o Ministério da Defesa responderam no início de abril do ano corrente à um pedido da Comissão Nacional da Verdade e anunciaram a instauração de comissões de sindicância interna. Assim os militares admitem pela primeira vez que poderia haver tortura como prática corrente, estrutural, em suas instalações. Mas há pouca esperança que através destas investigações possa tornar-se publico novos fatos e detalhes.

Kommentar verfassen / Deixe um comentário

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s