Alunos em Carpina: Porque quebrar os mitos da ditadura militar?

Natalia (17), Carlos (17) e Jimima (16) da Escola Técnica Estadual Maria Eduarda Ramos de Barros depois de uma Roda de Dialogo com ex-militantes da resistência em Pernambuco – Recife, 2014

Em maio de 2014, na Escola Técnica Estadual Maria Eduarda Ramos de Barros na cidade de Carpina, foi realizado o projeto Direito à Memória e à Verdade: A exposição “A Verdade da Repressão, a Memória da Resistência” foi colocada no auditório e os alunos trabalharam durante duas semanas o tema da ditadura militar.

No dia 30 de maio de 2014 o projeto terminou numa Roda de Dialogo entre os alunos e dois ex-militantes da resistência

O projeto da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos presta homenagem às vítimas dos crimes cometidos pelo regime militar no período entre 1964 e 1985. Passando nos municípios de Pernambuco, ele tem a proposta de resgatar o período histórico da ditadura, responsável por graves consequências na vida nacional, especialmente na violação dos direitos humanos.

One thought on “Alunos em Carpina: Porque quebrar os mitos da ditadura militar?

  1. Pingback: “Para que nunca mais aconteça!” – Manter a memória viva em Pernambuco | Memória e Verdade em Pernambuco

Kommentar verfassen / Deixe um comentário

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s